Existem empresas dos mais variados tipos e ramos de atuação, porém, uma ferramenta comum entre todas é o Fluxo de Caixa.
É com essa ferramenta de gestão financeira que você vai ter controle sobre todas as movimentações financeiras de entrada, saída, receita e despesa da sua empresa dentro de um determinado período de tempo.

Falando assim parece algo simples, mas não se engane. Organizar fluxo de caixa é um trabalho que requer disciplina e atenção absoluta. Qualquer erro pode gerar resultados indesejáveis para o seu negócio. E para que isso não aconteça, vamos te dar dicas matadoras para você nunca se perder no fluxo de caixa.


1. Determine uma data de corte padrão para o início do registro.

O que melhor se encaixa com a sua empresa, períodos diários? Semanais? Quinzenais? Ou mensais? Avalie bem comece a elaborar seu fluxo de caixa a partir daí.


2. Todo valor é importante para o registro.

Despesas ínfimas do dia a dia da empresa, da manutenção ou até mesmo de uma reunião com clientes e fornecedores também compõem o seu fluxo. Não deixe de registrá-las com atenção.


3. Registre suas despesas fixas juntas.

Despesas como aluguel, folha de pagamento, internet, luz, água, alimentação de funcionários e parcelas mensais serão constantes no fluxo do seu caixa. Para ajudar a organizá-lo você pode manter essas movimentações como um padrão no seu registro.


4. Não registre contas a receber de clientes.

Contas a receber de clientes sempre estarão sujeitas à inadimplência. Por isso, mantê-las fora do seu fluxo de caixa ajuda você a ter um controle financeiro mais realista em relação à sua receita e às suas possibilidades de investimento.

5. Verifique e atualize o fluxo de caixa diariamente.

Acredite, deixar os registros acumularem será um grande erro. Faça um acompanhamento diário das movimentações do fluxo de caixa e mantenha um controle mais detalhado do seu negócio. Assim você poderá se planejar e evitar surpresas desagradáveis.

6. Planeje e gerencie seu estoque.

Um estoque bem controlado ajuda a organizar o fluxo de caixa do seu negócio. Ter na ponta do lápis o valor do seu estoque e seus limites máximos e mínimos poderão dar a você mais possibilidades de investimentos lucrativos para sua empresa, considerando que o estoque geralmente não gera renda e nem rende juros.

DICA BÔNUS - Invista em um software de controle financeiro.

Muitas empresas ainda utilizam as clássicas planilhas do Excel para realização sua gestão financeira. Porém, por mais que seja clássico, é um modo ultrapassado e até perigoso de organizar seu fluxo de caixa. Planilhas demandam tempo para serem desenvolvidas corretamente, qualquer erro em uma fórmula e você poderá perder a linha do seu registro. Hoje existem softwares de controle financeiro online que armazenam seus dados de forma segura na nuvem, além de já possuírem categorias organizacionais para suas receitas, despesas, entradas e saídas de capital. Precisa investir dinheiro nisso? Sim. É muito caro? Não. Vale a pena? Absolutamente. Minimizar potenciais erros no seu fluxo de caixa e otimizar seu tempo na realização de um trabalho detalhado e minucioso é sempre um bom investimento. Só não esqueça de colocar a despesa do software no seu registro também!

Essas são dicas essenciais para organizar fluxo de caixa e ter controle total sobre tudo o que acontece na sua empresa. É assim, com dedicação e atenção a cada detalhe, que o seu negócio vai para frente!

Ficou alguma dúvida? Gostaria de sugerir um tema para o nosso blog?
Entre em contato através dos comentários.