Sabe aquelas histórias reais que provam que é possível vencer perante dificuldades? Uma série recente da Netflix narra uma delas. Madam C. J. Walker é o nome da empreendedora que inspirou a série de 4 episódios que conta sua trajetória de empreendedorismo. A jovem tornou-se a primeira mulher negra milionária na história dos Estados Unidos, virando referência de empoderamento feminino no mundo empresarial.

Só por essa introdução você já percebe que Madam C. J. Walker é inspiração, não é mesmo? Interpretada pela atriz Octavia Spencer, a minissérie conta a vida dura da mulher que, com apenas 37 anos, criou um império de cosméticos para cabelos afro.

Madam C.J. Walker era filha de pais escravos e foi a primeira entre seus irmãos a nascer livre, apenas quatro anos depois da abolição da escravatura na América. A série da Netflix é baseada em sua vida, veja um pouquinho do enredo a seguir.

Madam C. J. Walker: conheça a trajetória

Como dissemos no início, Madam C.J. Walker foi a primeira mulher negra a alcançar um patrimônio de um milhão de dólares. E como é de se imaginar, ela conseguiu isso por conta própria, com muita dedicação e trabalho, enfrentando preconceitos e humilhações. 

Tudo começa em 1908, quando a lavadeira Sarah – ela assume o nome de Madam C.J. Walker depois do segundo casamento – encontra a empresária Addie, que fabrica um elixir para os cabelos.

Como Sarah estava com um problema sério nos cabelos por conta da higienização precária do início do século, ela passa a usar o creme milagroso, e atinge os resultados esperados. Com isso, Sarah deseja se tornar vendedora do produto, mas foi impedida por Addie, por “não ter uma imagem adequada” como garota-propaganda.

A humilhação foi o impulso para que Sarah desenvolvesse sua própria linha de produtos. Apoiada pelo segundo marido, de quem herdou o sobrenome Walker, a empreendedora criou a Madam C.J. Walker Manufacturing Company, que em pouco tempo, gerou milhões de dólares. A história passou a inspirar empreendedores e, com o lançamento da série na plataforma de streaming, chegou aos quatro cantos do mundo.

produtos para cabelo Madam CJ Walker

Lições de empreendedorismo de Madame C.J. Walker

Com os obstáculos enfrentados por ser mulher, pobre e negra, a protagonista tinha duas opções a seguir: aceitar seu papel de lavadeira e pensar que jamais seria possível  empreender, ou simplesmente arregaçar as mangas, criar e inovar seus produtos e negócios, sem ficar se lamentando. 

Nem precisamos dizer que ela escolheu a segunda opção, né? Da trajetória de Madam C. J. Walquer podemos tirar várias lições de empreendedorismo. Vamos descobrir  5 delas?

#1 Confie no seu potencial

Madame C.J. Walker agarrou seu sonho, conseguir transformar obstáculos em oportunidades, neutralizou as interferências externas e tomou decisões ousadas. Tudo isso porque ela confiou no próprio instinto, acreditou em seu potencial. E esse diferencial faz muitos empreendedores atingirem o sucesso rapidamente. Imagine se a empreendedora tivesse dado ouvidos à pessoa que disse que ela jamais poderia vender os produtos? Ela jamais conquistaria o êxito!

#2 Descubra a dor de seus clientes e aposte em um nicho

No caso da empreendedora americana, o investimento no setor de cosméticos para cabelos afro foi um insight. Ela descobriu que poderia ajudar outras mulheres que enfrentavam problemas com o cabelo, como ela própria enfrentou. E, sabendo que outras pessoas tinham essa “dor”, C. J. Walker encontrou a oportunidade perfeita. Apostou então naquele nicho específico: o de mulheres negras que queriam cuidar melhor dos cabelos. E o sucesso estava garantido. 

Madam CJ Walker na série Netflix

#3 Capriche no Storytelling

Se você já assistiu a minissérie, deve ter visto que a protagonista C.J. Walker usava de sua própria história de vida para tornar os produtos mais conhecidos. Ela conquistou um público fiel porque contou sua própria experiência de êxito usando aqueles produtos para o cabelo. 

Com isso, esbarramos em uma lição importante: quando criar uma marca, é preciso construir narrativas que façam sentido para o público-alvo, e esta ação hoje em dia é conhecida como storytelling (o ato de contar histórias). Afinal de contas, desde sempre, pessoas se conectam com boas histórias, não é mesmo?

ebook crie uma super marca

#4 Jamais se acomode

Madam C. J. Walker nunca se acomodou ou desistiu, nem quando se deparou com dificuldades extremas - como o incêndio de sua fábrica - e tampouco quando já estava com a vida ganha. Com o sucesso, ela poderia simplesmente diminuir o ritmo - como fazem muitos empreendedores - mas não deixou nunca de estudar e aperfeiçoar seus produtos e seu negócio. 

Nossa protagonista enfrentou as dificuldades com sabedoria e jamais deixou de buscar soluções criativas para os problemas. Zona de conforto é uma expressão que não existe no empreendedorismo, e C. J. Walker levou essa lição ao pé da letra, com persistência, resiliência e muita coragem de arriscar. 

#5 Use a concorrência a seu favor

A última lição que podemos tirar da vida de C.J. Walker está relacionada à concorrência: use-a como um fator de impulsionamento para o seu negócio. Afinal, concorrência é algo que sempre vai existir, né? Assim sendo, é melhor ter os adversários como ponto de referência para buscar o aprimoramento constante, avaliando erros e acertos.

Uma das lições que podemos tirar da trajetória empreendedora de Madam C. J. Walker é que não importa muito se você for o pioneiro, mas sim se o seu negócio for o destaque. Addie, a empresária que apresentou o elixir capilar pela primeira vez à C. J. Walker, foi uma pioneira no mercado, mas não possuía o carisma e o poder de contar boas histórias de Walker. O restante da história você pode imaginar, né? 

Veja o trailer da minissérie da Netflix:

---

Que lição de empreendedorismo você acha importante compartilhar?

>> [eBook 100% Grátis] Saiba como criar uma marca que vai te destacar da concorrência. Baixe agora este super eBook! <<