A beleza de um mercado livre é justamente a competitividade que ele gera.
Existem muitos concorrentes, mas apenas alguns irão se destacar e, você, será um deles. Ao contrário do que dizem, a concorrência não é boa apenas para o consumidor, ela também cria um movimento de evolução das empresas e dos vendedores.

Aqueles que conhecem seu mercado, seu produto, seu cliente e buscam evoluir nunca fecham uma venda no singular, sempre serão VENDAS.
A satisfação plena de um cliente o torna fiel, a fidelidade dele o torna um consumidor frequente e, principalmente, uma mídia ambulante falando do seu produto ou do seu serviço para todos que interessam.

O simples fato de você estar lendo este artigo já mostra que você é um dos poucos que procuram de fato melhorar o seu “jogo” e crescer nas vendas. Por isso, hoje, vamos dar a você as 10 dicas essenciais de competitividade em vendas para você vencer seus concorrentes.


1 – CONHEÇA SUA EMPRESA

Conhecer a sua empresa de cabo a rabo significa ter munição em mãos para a hora da negociação e do fechamento de uma venda. Essa munição são as informações sobre tudo o que você pode fazer pelo seu cliente, além dos benefícios do produto em si, como vantagens de fidelidade.

2 – CONHEÇA SEUS PRODUTOS

O seu produto, ou serviço, é o seu principal argumento na hora de fechar uma venda. Comumente os clientes apresentarão objeções em relação aos produtos buscando uma negociação mais maleável.

Saber exatamente o que você está vendendo ajuda você a apresentar seu produto como uma solução, sem deixar lacunas ou dúvidas.
Isso é crucial para o fechamento da venda.

3 – CONHEÇA SEUS CLIENTES

Ninguém compra algo apenas por comprar, não no mundo real pelo menos.
Toda compra é vista como uma forma de investimento, seja no lazer, nos negócios, na saúde, etc.

Cada um dos seus clientes têm um motivo pessoal para comprar seu produto, portanto, conhecer esses motivos é essencial para que você direcione as pessoas certas à negociação e aumente sua conversão.

“Por que querem comprar este produto?”
“Por que consideram comprar este produto de mim?”

Estas perguntas são parâmetros para você mapear seus clientes e direcioná-los da forma certa.
Além disso, conhecer o ciclo de vida dos seus clientes em relação a cada produto é essencial para otimizar seu potencial de venda.

Por isso, invista na coleta e análise de dados dos consumidores para entender melhor as suas necessidades e expectativas no mercado.
Uma boa forma de colocar isso em prática também é quebrar a barreira entre o setor de Marketing e o de Vendas da sua empresa para que troquem informações.

4 – TENHA ORGULHO DOS SEUS PRODUTOS

Acredite: as pessoas sentem o cheiro do genuíno de longe. Por isso, na hora de ofertar seu produto, tenha orgulho dele. Afinal, é com o seu produto que você está construindo a sua vida, os seus momentos, a sua família e as suas próprias compras. Transpassar esse sentimento gera empatia e empolgação, fatores fundamentais para conquistar um cliente.

5 – CONHEÇA SEUS CONCORRENTES

Assim como conhecer a sua empresa, conhecer seus concorrentes te dá munição. Saber dos limites deles, no que são bons e principalmente no que são ruins, coloca você dez passos à frente.

Não tenha medo de visitar o site do seu concorrente, de visitar a loja, de estudar suas estratégias, inscrever-se na newsletter e até segui-los nas redes sociais. É na ação que você irá se destacar e vencer a concorrência.

6 – CONHEÇA OS PRODUTOS DOS SEUS CONCORRENTES

Todos os produtos têm uma função específica. Conhecer tudo o que existe sobre o produto do seu concorrente lhe dará ainda mais vantagens na hora da negociação com seus clientes. Além de passar credibilidade, porque você vai mostrar que conhece o que está no mercado, você também terá em mãos um parâmetro para realizar ofertas mais desejáveis ao seu cliente.

7 – CRIE UMA APRESENTAÇÃO DIFERENCIADA

A apresentação de um produto é o pontapé inicial para a pré-venda. Todas as pessoas consomem produtos, ou serviços, dos quais necessitam. Ou seja, já existe uma demanda guiando seus clientes em potencial ao SEU produto.

O que bate o martelo na pré-venda, momento no qual seus clientes decidem se o seu produto vale o investimento de tempo e dinheiro, é a apresentação dele. Portanto, não poupe esforços em criar uma apresentação que faça brilhar os olhos.

8 – CRIE UMA BOA EXPERIÊNCIA DE COMPRA

Uma boa experiência de compra é fator decisivo na venda e na fidelização de um cliente. Um estudo realizado pela Salesforce aponta que 80% dos consumidores acham a experiência de compra tão importante quanto a qualidade do produto em si.

Ou seja: Esqueça a venda old school de produto bruto e demanda. Você precisa estar passos à frente da expectativa dos seus clientes para vencer a concorrência. E como foi dito na dica 3, investir na coleta e análise de dados de consumidores vai permitir que você conheça essas expectativas, conseguindo, além de atendê-las, superá-las!

9 – SAIBA VALORIZAR O SEU PRODUTO

O valor agregado ao seu produto está relacionado a todo o contexto que o cerca:

    - A empresa
    - O vendedor
    - O que o produto oferece
    - As vantagens do produto
    - As facilidades de compra
    - A experiência de compra
    - O preço final do produto

Note que o valor agregado é tudo que compõe o produto e o preço dele é apenas um dos fatores de avaliação que o cliente faz. Cada componente citado acima possui um peso na balança e um equilíbrio na hora de ser ofertado.
O fator mais focado como gerador de venda é o preço final.

Porém, diminuir muito o preço do seu produto na verdade acaba criando uma atmosfera de desconfiança para o cliente. Por conta da globalização da informação as pessoas já têm em mente, principalmente quem já está pesquisando pelo produto, uma média de preço de mercado.
Quando encontram um produto dentro dos padrões requeridos que está barato demais, algo parece errado. Portanto, não tenha medo de manter o preço final do seu produto de acordo com o valor agregado a ele, pelo menos na pré-venda. A hora de baixar os preços de forma considerável é durante a negociação.

10 – FAÇA UM PÓS-VENDA MELHOR DO QUE SEU CONCORRENTE

Você conseguiu. Fechou uma venda incrível! Pronto, acabou... Não, não acabou. Como foi falado no começo, um cliente plenamente satisfeito é positivo por várias questões. Então, mesmo tendo fechado a venda, invista em um pós-venda humano e próximo. Mantenha contato com seu cliente, pergunte como está a experiência com seu produto, dê os parabéns no aniversário dele, feliz ano novo no réveillon, etc. Isso fará com que ele se sinta pertencido e abraçado.

Sim, existe competitividade em vendas. Mas sim, você pode se destacar e com excelência! Siga as dicas e se empenhe nos detalhes que constroem a sua relação com o cliente. Venda mais que um produto, venda uma experiência.

Vá lá e seja um vendedor vencedor!