ovos de páscoa

A data mais doce do ano está chegando e será celebrada no próximo dia 17. Essa é mais uma oportunidade para movimentar as vendas. Nesse artigo vamos lhe ajudar a saber como aumentar o faturamento na Páscoa.

Esse período é marcado por muitas memórias, tanto saborosas, quanto afetivas. É um tempo em que as famílias se reúnem e compartilham de muitos momentos bons. Por isso, seu negócio é muito importante.

Se você tem uma ideia ou já faz a produção de chocolates artesanais, é importante conhecer mais sobre marketing, empreendedorismo e, para se manter seguro, registro de marca.

Então, acompanhe abaixo as melhores ideias que trouxemos para você.

Como aumentar seu faturamento na Páscoa

O chocolate artesanal é uma ótima opção de renda e, quando chegam essas datas comemorativas, a procura é ainda maior pelo produto diferenciado.

Tenha em mente que as pessoas precisam lhe ver, pois quem não é visto, não é lembrado. Ainda assim, saber o que vai mostrar é mais essencial ainda. Não tenha medo de ousar em como entregar o seu produto.

Inove

Se você já oferece chocolates o ano todo, quando chegarem datas especiais procure “inventar moda”, como dizem. O novo sempre chama atenção, então dê espaço para criar opções diferenciadas.

Seja um sabor novo ou o formato do chocolate, isso pode trazer um aumento significativo nas vendas. Isso também inclui embalagens e mimos como opção de produto personalizado.

Promoções

Com tudo na ponta do lápis, é claro, você pode oferecer promoções atrativas que facilitem o acesso aos seus produtos.

Explore opções como frete grátis, descontos e cupons com influenciadores. Sem contar aquela opção conhecida de promoções progressivas com mais desconto quando cliente comprar mais de um item.

Use a Internet

A Internet é uma excelente vitrine de negócios. A partir das redes sociais, como Instagram e Facebook, você consegue atingir o público que está em casa.

A divulgação é muito importante para aumentar o faturamento. Tenha os perfis da sua marca de chocolates, produza materiais para distribuir de forma orgânica, mas também entenda como anunciar nessas redes e direcionar para o público desejado.

Lembre-se de deixar um catálogo completo disponível. As pessoas gostam de saber as opções e valores para se organizarem.

Passo a passo de como criar uma marca de chocolate

Esteja atento em todos os detalhes possíveis para oferecer o melhor produto. Isso já começa em saber como funciona o mercado, que tipo de estrutura precisa e como legalizar isso.

Saiba como funciona o mercado

Comece se questionando sobre vários pontos que interferem na sua rotina de produção. Qual o público que deseja atingir? Qual será seu fornecedor de chocolate? Quais são os preços ideais? Como é o mercado em sua região? Com essas dúvidas esclarecidas você consegue seguir um bom caminho.

Ter um plano de negócios no início vai permitir prever/evitar alguns possíveis erros e ter uma base mais sólida para investir.

Organize a estrutura

Como a ideia parte de uma produção caseira, você pode utilizar seus próprios equipamentos domésticos. O que não impede de ir investindo com o tempo, de acordo com a sua intenção de crescer.

Nessa estrutura define se precisará de mais gente para ajudar, cumprir as exigências da Vigilância Sanitária, estoque de produtos acabados, se o consumidor poderá buscar no local ou será apenas no formato delivery.

Legalize a produção

É possível abrir um negócio com pouco dinheiro, mas nunca abra mão de deixar ele legalizado. Para cobrar os direitos, estar na lei é fundamental.

Mesmo que a primeira formalização seja como Microempreendedor Individual (MEI), você consegue benefícios como emissão de notas fiscais, contribuição para o INSS, salário-maternidade e aposentadoria por idade.

Registrar a marca

Esse é um dos passos mais importantes para consolidar o seu negócio. Imagine que você criou um nome maravilhoso, investiu dinheiro para fazer um logotipo e alguém simplesmente tirou isso de você.

O registro de marca pode ser pedido por pessoa física ou jurídica e o valor depende de cada segmento de negócio. Isso é feito no site do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) e tem a validade de 10 anos, renovável por sucessivos períodos.

A produção de chocolates pode ser uma boa fonte de renda não só para a Páscoa, mas para o ano todo. Essa data pode ser utilizada como uma campanha especial, com produtos diferentes.

Vale reforçar que esse negócio só ficará protegido de uso indevido se for registrado no INPI. Então, não deixe que alguém copie a sua ideia, conheça o trabalho da Consolide e assegure sua marca.

Se você gostou desse conteúdo, navegue pelo blog e fique sabendo mais dicas de empreendedorismo, marketing e registro de marca.