Com certeza você já frequentou um salão de beleza ou uma barbearia. E se você faz parte do público feminino, tradicionalmente esse hábito é ainda mais frequente, não é mesmo? 

Segundo os dados da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC), o Brasil ficou posicionado em 2017 como o quarto maior mercado consumidor de produtos de higiene e beleza no mundo, mas já esteve na terceira posição até 2015. 

Como claramente dá para perceber, os negócios do setor de beleza como salões de cabeleireiro, centros de estética, barbearias, entre outros, são muito fortes no Brasil. 

O Sebrae até traçou um retrato do mercado de beleza e estética, considerando-se cabeleireiros, manicures, pedicures e outras atividades, mostrando o crescimento desses pequenos negócios a cada ano. 

Pra você ter uma ideia, em 2012 eram 292,5 mil estabelecimentos e profissionais do ramo e, em 2017 já somavam aproximadamente 700 mil pequenos negócios no país. Ou seja, atividades do setor de beleza e estética movimentam bastante a economia. 

Se você é profissional autônomo ou dono de um negócio desta área, pode estar enfrentando um desafio durante a quarentena contra o coronavírus, já que em muitos lugares do Brasil não é permitido a abertura dos estabelecimentos ao público. Então continue lendo para acompanhar nossas 25 sugestões para vender mais serviços de beleza e estética na crise.

três cabeleireiras

25 ideias para você vender mais serviços de Beleza e Estética na crise

As dicas a seguir contemplam desde os cuidados com a higienização dos instrumentos de trabalho e a saúde dos colaboradores até a cautela com dívidas e a gestão financeira do seu negócio. 

Mas o quê isso tudo tem a ver com vendas? Simples: quando você se preocupa com seu negócio e com o bem-estar dos funcionários, de forma natural o cliente valoriza ainda mais a sua marca. Veja nossas dicas. 

1. Informe e oriente seus funcionários

A primeira dica tem a ver exatamente com o que falamos anteriormente: o cuidado com detalhes quanto à orientação dos colaboradores. Se o seu negócio depende de um ou mais funcionários, é importante que você esteja bem informado sobre os protocolos dos órgãos da saúde contra a Covid-19, passando detalhadamente todas as informações a seus colaboradores.

Oriente-os a respeito da higienização do local e dos instrumentos de trabalho, bem como o uso de máscara durante todo o período de atendimento (caso você faça os atendimentos presenciais) e permanência no ambiente. 

Os colaboradores também precisam estar cientes de como proceder no atendimento, mantendo o distanciamento necessário e impedindo aglomerações de clientes. Deixe visíveis as medidas que cada um deve tomar para evitar a contaminação, além de facilitar o uso de álcool em gel para higienizar as mãos.

2. Mantenha os clientes informados sobre o funcionamento do negócio

Sejamos honestos a respeito disso: o que queremos é que os clientes não esqueçam de nossos serviços, não é mesmo? Queremos que eles continuem apreciando nossa marca e desejamos seu reconhecimento. Só que em época de pandemia, o cliente simplesmente não pode sair de casa, em determinados momentos - principalmente por que os serviços de beleza e estética não são considerados essenciais. 

Então você precisa manter o seu público bem informado. Mudou o horário normal de atendimento em seu estabelecimento? Avise os clientes. Fará um horário diferenciado? Repasse a informação a eles. Ficará com o salão, clínica ou barbearia fechados durante a quarentena? Os clientes também precisam saber disso. 

Essa atitude fará com que eles estejam atentos aos seus serviços e, caso seu negócio esteja fechado, voltem a frequentar o espaço quando toda essa situação passar.

3. Tenha rigor com as medidas de higiene

Não só durante o período de atendimento ao público, mas todo o tempo em que você e seus colaboradores estiverem no ambiente - e fora dele - as medidas de higiene são fundamentais. É importante que a lavagem das mãos dure pelo menos 20 segundos e seja completa, incluindo dedos, unhas, punho, palma e dorso.

O álcool 70% e a água sanitária são produtos eficazes para desinfetar as áreas. Para higienizar as mãos, use o álcool em gel 70% ou simplesmente água e sabão. 

No caixa de seu estabelecimento, é importante colocar medidas de distanciamento. Cuide da higienização frequente da maquininha de cartão de crédito e débito. Você pode envolvê-la com uma camada de plástico filme. 

E não esqueça da limpeza geral do ambiente, bem como de seus instrumentos de trabalho. Material de manicure e pedicure, pinças e outros objetos que estejam em contato direto com a pele devem, obrigatoriamente, ser esterilizados. 

4. Informe os clientes - logo na chegada - sobre as medidas de segurança

Enquanto você está atendendo clientes, os jornais publicam os números de casos de pessoas infectadas pelo coronavírus no Brasil. Por isso, passe essas informações de segurança para que o cliente fique confortável dentro do ambiente. Protocolos de higienização e uso de máscaras são informações básicas que devem ser dadas logo na chegada do cliente ao local. 

5. Proíba qualquer tipo de aglomeração

Seja de clientes ou de funcionários, evite aglomerações em seu espaço de atendimento. Se possível, receba um cliente por vez, ou marque as posições para  que todos mantenham uma distância de pelo menos 2 metros entre um e outro.

salão de beleza

6. Dê preferência aos pagamentos com cartão

Sim, infelizmente as cédulas de papel podem ser transmissoras da Covid-19. Então, procure dar prioridade aos pagamentos com cartão, se possível, como muitos estabelecimentos estão fazendo.

7. Priorize a saúde de seus funcionários

A saúde de seus funcionários é prioridade. Se eles estiverem trabalhando presencialmente, espalhe cartazes com as medidas que todos devem tomar para evitar a disseminação do coronavírus,

Encaminhe os colaboradores com suspeita de Covid-19 para afastamento, com base nos protocolos de saúde que podem levar a uma quarentena obrigatória de até 14 dias.

[Vídeo 100% Grátis] Conheça os 5 Benefícios que somente o Registro de Marca pode oferecer à sua empresa. Assista agora!

5 benefícios registro de marca

8. Ofereça prazos de pagamento diferenciados

Pagamento parcelado é uma fórmula comprovada para atrair novos e antigos clientes. Por estarmos em uma pandemia, lembre-se que seu cliente também pode estar atravessando este período com dificuldades. 

Crie parcelamentos para os serviços mais “caros”, como coloração e corte de cabelo, escova progressiva, massagens e serviços estéticos. Oferecer descontos e prazos de pagamento diferenciados é uma estratégia para não perder público durante a pandemia.

9. Pesquise sobre a concorrência

Esteja disposto a passar um tempo pesquisando sobre os concorrentes. Essa análise da concorrência pode dar embasamento para entender o mercado e ter ideias para alavancar suas vendas de serviços. Como diz o velho ditado: nada se cria, tudo se copia!

Certamente não há nada de brilhante no que os outros estão fazendo para vencer a crise: espelhe-se neles para criar estratégias que funcionam também para o seu negócio. Ah, fique também de olho nos preços que outros estabelecimentos estão praticando, para que o seu negócio não seja um “peixe fora d’água” no mercado. 

10. Faça promoções para atrair clientes

Quando falamos em vendas, algumas estratégias nunca falham. A arte de atrair o público, mesmo em tempos de crise, consiste não tanto em idealizar um monte de promoções mirabolantes, mas sim apostar no básico - o que é comprovado que funciona.

Descontos reais, por exemplo, são capazes de conquistar novos consumidores e também fidelizar os antigos, ajudando a aumentar as vendas. 

Por que falamos em descontos “reais”? Porque muitas vezes, lojas e empresas do setor de beleza criam descontos “falsos”, ou seja, colocam o preço do serviço lá em cima e oferecem desconto de 50% ou mais, dando a falsa ilusão de promoção.

Não seja um deles. Ofereça descontos de verdade, que podem fazer a diferença no bolso do consumidor. Outra ideia é oferecer combos de serviços, no melhor estilo “Compre 1 e leve 2”. Por exemplo:

Corte de cabelo + hidratação = preço promocional

Manicure + escova de cabelo = preço promocional

Manicure + pedicure + preço promocional

E assim por diante.

11. Faça atendimento a domicílio

Em muitas cidades, a pandemia induziu o governo a abrir, fechar, reabrir e fechar novamente muitos estabelecimentos. Se o seu negócio teve de fechar - mais uma vez - nesta quarentena, é hora de colocar em prática o atendimento a domicílio. Afinal, se o cliente não puder ir até o seu negócio, que tal seu negócio ir até o cliente? 

Para este modelo de atendimento, a flexibilidade de horários é importante, já que muitos clientes precisam ou querem ser atendidos em horários alternativos, como ao meio-dia ou final da tarde. 

Outra coisa para levar em consideração no atendimento a domicílio é o custo com deslocamento, mão de obra e produtos utilizados, para que o lucro seja tão ou mais expressivo do que o gerado pelo atendimento no salão ou clínica. 

#DicaConsolide

Existem aplicativos de beleza delivery, que atuam mais ou menos como o Uber: o consumidor se conecta com profissionais da beleza e da estética sempre que precisar. 

O Singu é um exemplo bem-sucedido. Criado em 2016, o aplicativo é simples e prático. Você pode, como profissional do ramo, cadastrar seus serviços de cabelo, maquiagem, manicure e pedicure, entre outros, e o cliente entra em contato sempre que precisar dos serviços em casa, em alguns cliques. 

cabeleireira atendendo a domicilio

12. Atualize suas redes sociais

Você sabia que as pessoas passam, em média, 3 horas e meia conectadas nas mídias sociais todos os dias?

Tanto o êxito como o bom relacionamento com o público dependem em grande parte da nossa exposição. E as redes sociais nada mais são do que uma extensão do que fazemos no dia-a-dia. Sabe aquela frase “quem não é visto não é lembrado”? Pois então. Ter perfis nas principais mídias sociais hoje em dia é quase como um requisito básico para qualquer tipo de negócio.

Publique fotos e conteúdos com frequência e não deixe sua página ou perfil abandonado por semanas. Faça perguntas para induzir a interação dos seguidores: isso aumenta o engajamento naturalmente. 

13. Aposte em anúncios no Instagram

Uma das maneiras de ter mais alcance e engajamento nas redes sociais é através de anúncios pagos. E como o Instagram é a mídia do momento, você pode investir um pouco $ por dia na divulgação de seus serviços - principalmente se você precisa anunciar que está prestando atendimento a domicílio. 

Para criar anúncios no Instagram, você precisa ter uma página no Facebook vinculada ao perfil do seu salão de beleza ou clínica de estética. Acompanhe o passo a passo:

- Acesse a página Gerenciador de Negócios do Facebook e crie sua conta. Acesse o perfil do seu Facebook e clique no botão Criar anúncios

- Escolha o objetivo da sua campanha focando nos resultados que deseja alcançar e, principalmente, no seu alvo

- Faça a segmentação do público que deseja atingir (localização, idade, gênero, idioma) e lembre-se: quanto mais específico para o seu segmento, melhor

- Em Plataforma, selecione a rede social do anúncio: Instagram

- Informe o orçamento e escolha o formato do anúncio

- Coloque a campanha para rodar no período determinado

14. Cadastre sua empresa no Google Meu Negócio

O Google Meu Negócio permite que você crie um cadastro da sua empresa no site de buscas, com dados como: 

  • Telefone;
  • Endereço;
  • Horário de atendimento;
  • Site;
  • Avaliações de clientes;
  • Fotos e vídeos do seu local.

Quer saber como fazer isso? Veja nosso artigo onde explicamos o passo a passo para você cadastrar o seu negócio no Google. 

15. Sempre invista no bom atendimento 

O primeiro item que garante a satisfação dos consumidores é o atendimento. Mas anote aí: excelente atendimento não é diferencial competitivo, é algo que deve ser o mínimo em seu negócio. 

Um bom atendimento gera satisfação, fideliza os clientes e, o mais importante, gera a famosa “publicidade boca a boca” - que é a nossa próxima dica. 

16. Incentive a publicidade boca a boca

Se a propaganda é a alma do negócio, podemos dizer que a propaganda boca a boca é a “alma gêmea” do negócio. Sim, os consumidores confiam muito nas recomendações de amigos e familiares.

De acordo com uma pesquisa sobre o tema realizada pela Nielsen, 68% dos consumidores afirmaram confiar em avaliações e recomendações online, como Google e Facebook. Então imagine as avaliações boca a boca? 

Incentive seus clientes a divulgarem seus serviços. Você pode criar, inclusive, uma campanha denominada “Indique um amigo e ganhe um desconto”. 

17. Fortaleça a identidade visual de sua marca

Embora pareça um item sem importância, o primeiro passo no processo de construir uma marca forte passa pelo aspecto visual. 

Um logotipo que mostre o seu diferencial ajudará bastante a marcar presença na mente das pessoas. Procure estabelecer uma identidade visual em tudo que envolva seu negócio como fachada, banners, presença digital em site e redes sociais, material impresso e qualquer coisa onde o público tiver acesso à sua marca.

O ideal é contratar um profissional qualificado para desenvolver seu logotipo e sua identidade visual. Mas se neste momento você não puder investir muito dinheiro, veja este artigo sobre criar uma  logomarca online gratuitamente.

[eBook 100% Grátis] Saiba como criar uma marca que vai te destacar da concorrência. Baixe agora este super eBook! 

18. Diversifique o público-alvo

Para aumentar as suas chances de vendas de serviços, uma ideia é diversificar o atendimento ao público. O ramo da beleza e da estética muitas vezes é visto como feminino. Mas a verdade é que serviços como depilação, cuidados com o cabelo (e, neste caso, barba) e até manicure são também consumidos pelo público masculino. 

Aliás, segundo a Associação Brasileira de Clínicas e Spas (ABC Spas), 30% dos serviços de estética contemplam os homens. Voilà

19. Faça agendamentos online

Esta ideia funciona bem, seja em tempos de crise ou não. Afinal, seu salão de beleza ou clínica deve receber, por dia, dezenas de ligações de clientes solicitando agendamento, não é mesmo? Então, em vez das tradicionais agendas de papel, que tal organizar esse serviço de forma online?

Com essa funcionalidade, você não limita o agendamento apenas ao horário comercial. Seu estabelecimento fica à disposição dos clientes a qualquer hora do dia ou da noite. Mas é preciso ter um sistema próprio que faça isso, integrando a solicitação do consumidor ao calendário e fazendo o agendamento online automaticamente. 

#DicaConsolide

Uma das empresas que realiza esse tipo de serviço é a Avec, portal de agendamento, cujo aplicativo pode ser baixado na Apple Store ou no Google Play, facilitando a vida dos estabelecimentos de beleza e estética. Mas você pode também colocar um serviço de agendamento diretamente no site do seu negócio. 

20. Crie um cartão fidelidade

O cartão fidelidade é uma estratégia tradicional que oferece vantagens aos clientes mais assíduos. Não é novidade, mas hoje se fala muito em “experiência de compra” e esta ideia é um clássico que nunca sai de moda.

Por exemplo: a cada 10 escovas no cabelo, o cliente ganha 1 corte. Ou a cada 10 serviços estéticos, ganha uma escova. A imaginação e a criatividade ficam a seu cargo. Mas é importante que você estabeleça uma data para o término da ação. Ex: “Válido por 90 dias”. 

cartão fidelidade

21. Use o WhatsApp Business

O WhatsApp Business é uma excelente ferramenta e pode te ajudar muito na divulgação do seu estabelecimento de beleza e estética. Ele permite um contato mais profissional, mas é importante ressaltar que este meio de comunicação deve ser utilizado com cautela: ninguém quer receber o tempo todo anúncios no celular.

O app é legal porque permite também uma troca: o consumidor pode pedir informações sobre o funcionamento de seu negócio por mensagem.

É claro que você não vai mandar tudo pelo Whatsapp: escolha promoções interessantes e envie ao cliente em horário comercial - nunca em horários inoportunos. Em tempo: sempre pergunte se o seu cliente tem interesse em receber promoções por este canal e não envie mais de duas mensagens por semana.

Uma ideia é criar uma lista de transmissão com todos os contatos dos seus clientes. Ao participar dessa lista, os clientes recebem a mensagem e respondem exclusivamente para você. Mas apenas os contatos que têm o seu número adicionado no telefone poderão receber a mensagem.

Antes de partirmos para o assunto “gestão financeira”, acompanhe este vídeo com uma Live promovida pelo  Sebrae-SP. Eles dão dicas valiosas para vender mais serviços em tempos de coronavírus. 

22. Evite fazer dívidas

É provável que você já tenha ouvido este conselho muitas vezes. Mas para muitos empreendedores, as dívidas são inevitáveis. Acontece que, em um momento como o que estamos atravessando no mundo, é fundamental que você reconheça até que ponto seus velhos modos de agir podem conduzi-lo a uma situação ruim no futuro. Evite fazer dívidas, simples assim. Negocie o aluguel com o proprietário do imóvel, quite as contas e procure não entrar no vermelho. 

23. Renegocie as dívidas que já existem

Se a sua realidade é a inadimplência, o primeiro passo é avaliar a sua situação financeira, colocando no papel os valores de todas as suas receitas mensais, incluindo o pró-labore e todo o lucro líquido da empresa. 

Anote o valor exato das dívidas em aberto, incluindo juros e encargos cobrados pelo período em atraso. Essa tarefa é importante para a apresentação de uma proposta para a quitação.

Se você tiver muitas dívidas e credores diferentes, a dica é: priorizar o pagamento da dívida que oferece a maior taxa de juros, como é o caso das dívidas bancárias.

Estabeleça, então, um limite para as parcelas mensais e tente uma negociação com o seu credor. Nunca, em tempo algum, prometa um valor maior do que aquele que você pode pagar mensalmente. 

Se for possível fazer o pagamento à vista, veja a possibilidade de reduzir a taxa de juros e garantir condições especiais no pagamento.

24. Controle os gastos empresariais

Essa dica pode ser resumida com uma frase do empresário americano Mark Cuban, dos EUA: "Controle o que você pode controlar. Ao invés de focar na gravidade da situação, foque em como você pode usar esse tempo para se conectar com seus futuros clientes”.

Essa é uma boa hora para cortar gastos desnecessários - desde o café gourmet até as despesas com material de escritório. Tudo é válido pela saúde financeira de seu negócio!

25. Na hora de comprar dos fornecedores, pesquise e pechinche

Isso mesmo: a boa e velha pechincha pode fazer a diferença no caixa ao final do mês. Na hora de lidar com fornecedores, peça por um descontinho, negocie valores à vista ou diminua a quantidade de itens adquiridos. 

Ah, esse também pode ser um bom momento para comprar itens essenciais para o seu negócio por um preço menor.

Pense no futuro de sua empresa

A crise financeira gerada pela pandemia do novo coronavírus pode ter causado uma transformação em sua empresa - da presença digital aos cuidados com a higiene. Mas acredite: você pode sair dessa melhor do que entrou. 

Sabe aquela máxima “Enquanto alguns choram outros vendem lenços”? Então. Aproveite para reinventar o seu negócio, estabelecendo metas claras de curto, médio e longo prazo. 

A oportunidade de driblar uma crise pode fazer com que você saia fortalecido desta experiência, criando um planejamento empresarial “blindado” para as eventuais intempéries futuras.

---

Gostou deste artigo? Conte para a gente: o que você tem feito para driblar a crise e continuar vendendo serviços na pandemia?

>> [Vídeo 100% Grátis] Conheça os 5 Benefícios que somente o Registro de Marca pode oferecer à sua empresa. Assista agora! <<