Você sabe por qual motivo a maior rede de fast food do mundo adotou as cores vermelho e amarelo?

Pode parecer bobagem, mas a escolha das cores da marca foi baseada em estudos e combinadas para transmitir uma mensagem. E, por esse motivo, hoje é quase impossível não pensar nessas cores quando mencionamos o McDonalds, a marca mais valiosa do mundo no segmento fast-food.

O mesmo acontece com marcas como Facebook, Coca-Cola e Postos Ipiranga. Suas logomarcas têm cores quase impossíveis de serem esquecidas, pois há a psicologia das cores atuando por trás.

De acordo com pesquisas, cerca de 80% das pessoas são capazes de identificar uma marca pelas cores. Certamente são os primeiros elementos que o cérebro processa ao reconhecer uma imagem. Incrível, não é mesmo?

Agora que você já sabe que as cores desempenham um papel fundamental na criação de uma marca, é hora de escolher as mais adequadas para o seu negócio.

O que fazer antes de definir as cores da marca

Antes de já mergulhar nas infinitas possibilidades de cores, vale muito a pena fazer uma rápida pesquisa por aí. A ideia é buscar exemplos e inspirações, que vão de embalagens nas gôndolas do supermercado até o feed de marcas que estão no Instagram.

Neste momento não tenha preconceitos ou selecione apenas as marcas que estão no mesmo segmento de mercado que o seu. Primeiramente, crie uma lista com todas aquelas cores que te encheram os olhos. Anote sem medo.

Veja só um exemplo:

Um próximo passo é, com esta lista em mãos, grifar as opções de cores que tenham a ver com os valores de marca que deseja transmitir e sensações/sentimentos que deseja despertar em seu público alvo.

Atenção: seu gosto pessoal nem sempre é a melhor opção. Esforce-se para analisar de maneira imparcial, ein? ;)

Seleção feita, chegou a hora de considerar a psicologia das cores. Por mais que você tenha selecionado uma gama de cores para criar a logomarca de seu negócio, é fundamental validar os sentimentos que cada uma pode causar nas pessoas.

Cores e seus significados

Confira a seguir os significados por trás de cada uma das cores mais usadas em países ocidentais. Saiba que a escolha pode ter um impacto – positivo ou negativo – na percepção da marca pelo público.

Vermelho

É a cor da força e da grandeza, da ação e da paixão. É bastante usada em empresas de fast food (como no caso do McDonalds, a cor aumenta o apetite e estimula o consumo) ou marcas que simbolizam velocidade. Ouvimos Ferrari?

O vermelho também pode despertar a sexualidade e é capaz de criar um senso de urgência, até por esse motivo muitas lojas usam esta cor para as liquidações.

No entanto, como a cor é capaz de excitar o nosso cérebro, podendo causar sentimentos de paixão ou até raiva e agressividade, usá-la em excesso pode causar irritabilidade. Sugerimos cautela.

Amarelo

O amarelo é uma cor brilhante, energizante e acolhedora. Por ser uma cor quente, estimula o intelecto, aumenta o otimismo e a esperança. Por esta razão é muito usada em negócios que precisam transmitir credibilidade, facilitar as negociações e ajudar nas tomadas de decisão.

A cor também pode tornar as pessoas mais comunicativas, aumentando a criatividade.

Ligado ao senso de recompensa, o amarelo é muito usado em vitrines de lojas físicas e em botões de chamada a ação em sites de vendas (ex: baixe agora o livro digital ou solicite uma ligação). Mas cuidado, o excesso de amarelo pode causar ansiedade.

Azul

O azul é uma cor fria, que está relacionada à água e ao céu. Gera uma sensação de calma, tranquilidade, honestidade, lealdade e responsabilidade. Quando utilizada em uma empresa, a cor pode despertar produtividade, confiança e sucesso.

Já o azul escuro está relacionado ao poder. É ideal para promover uma marca segura e ambiciosa.

Atenção: o azul pode diminuir o apetite e não estimula o público a tomar decisões espontâneas.

Laranja

O laranja é uma cor otimista, acolhedora e confortável, ligada à energia e à criatividade, além de transmitir dinamismo e mudança. Pode ser ideal para negócios relacionados à:

- Alimentação
- Comunicação
- Aventura

Tal como o amarelo, a cor laranja é interpretada pelo cérebro como sistema de recompensa, por isso é muito utilizada em botões de chamada a ação em sites de vendas. Já deve imaginar que também é bastante explorada por lojas virtuais, pois estimula compras por impulso.

Verde

 

O verde transmite serenidade, harmonia e simplicidade, bem como equilíbrio, a riqueza e expansão.

Por ter um apelo ao bem-estar, tranquilidade e calma, o verde é muito usado em empresas de saúde e clínicas médicas ou de nutrição, além de, claramente, ser utilizados por negócios ligadas ao meio ambiente ou ao estilo de vida saudável.

Dica: a cor verde também estimula o cliente a permanecer o maior tempo possível no local.

Violeta/roxo

É a cor da imaginação e espiritualidade, assim bastante utilizada por empresas de magia e espiritualidade, por transmitir uma sensação de calma, sabedoria e confiança. É comumente associada à nobreza, ao luxo, à aristocracia, ao poder e à grandeza.

A cor é também usada com frequência por marcas de beleza e rejuvenescimento.

___

E aí, deu pra entender o quanto a tarefa de definir as melhores cores para sua marca é fundamental para a consolidação de seu negócio? Compartilhe nos comentários as cores principais de sua marca e qual seu segmento de atuação. ;)