Você deve ter um amigo ou alguém da sua família que se destaca pela elegância. Está sempre bem arrumado, bem penteado e tem um bom gosto incrível na escolha de suas roupas e acessórios. Impossível não pensar nessa pessoa quando se trata de um visual bonito, né? Agora imagine uma empresa que se destaca por características semelhantes.

A identidade visual de uma empresa é como o modo de vestir de uma pessoa. Tem características que fazem outras pessoas reconhecerem o estilo e os aspectos de destaque da marca. Nesse sentido, aquela expressão “a primeira impressão é a que fica” é a mais pura verdade. Mas afinal, como podemos definir a identidade visual?

O que é identidade visual?

A identidade visual de uma empresa é formada por vários elementos: logotipo, cores, fonte, imagens nas redes sociais, publicidade e tantos outros. É a identidade que representa uma marca ou um produto, por isso ela é importante para qualquer negócio. Em outras palavras, a identidade visual é a sua imagem.

Somando estes vários elementos, a identidade corporativa traduz a personalidade do negócio. É a identidade visual que leva o público ao reconhecimento da marca. Ao entrar em uma lanchonete com um M amarelo e decoração nas cores amarelo e vermelho, imediatamente relacionamos ao McDonald’s, não é mesmo?

Esse reconhecimento acontece porque tais elementos visuais estão “presentes” em nosso cotidiano, através de propagandas na televisão, na internet ou nos outdoors. O mesmo ocorre com produtos que consumimos com frequência, como por exemplo um refrigerante de cola com lata vermelha e letras brancas. Pensou em Coca-cola? 

A identidade visual serve para gerar o reconhecimento da marca mais facilmente. Entenda agora mais a fundo sobre a sua importância.


Exemplo de identidade visual para cafeteria

 

Qual a importância da identidade visual?

A identidade visual da empresa é como o estilo de se vestir de uma pessoa e por esse motivo ela é importante para qualquer negócio, grande ou pequeno. Pense em um advogado que está buscando uma vaga em uma conhecida empresa jurídica brasileira. Como você imagina que ele deve se vestir para a primeira entrevista com o diretor da empresa? Provavelmente, ele deve escolher uma roupa elegante, que condiz com o cargo pretendido. 

A marca precisa estar “vestida” com as cores adequadas ao seu nicho de atuação, ter um logotipo que seja reconhecível e um conjunto de elementos que representam os valores e a missão da empresa.

“Ah, mas eu tenho uma padaria bem pequenininha no bairro, por que investir em identidade visual se todo mundo me conhece?”. Esta pergunta é bastante comum, e aqui está a resposta: criar uma identidade visual é uma das formas da marca gerar impacto positivo. Imagine se alguém resolve abrir uma padaria no mesmo bairro, mais bonita visualmente que a sua, e com a mesma qualidade nos produtos. Qual delas você acha que vai atrair mais o público: a sua ou a outra? Pense nisso.

#Atenção: o logotipo é um dos elementos que compõem a identidade visual, ou seja, faz parte dela.  

Como criar a identidade visual de uma pequena empresa

Para iniciar o processo de definição da identidade visual da empresa, é preciso fazer um briefing. O briefing nada mais é do que colocar no papel todas as informações que norteiam o projeto, como o público-alvo, as possíveis cores, o estilo de logotipo e todos os elementos que compõe a identidade corporativa. 

Esse briefing será o documento que será entregue ao designer ou à pessoa responsável pela criação da identidade. É bem importante detalhar o máximo possível do que você espera para a imagem de sua empresa. As partes mais importantes de um briefing são:

  • definição de público-alvo;
  • definição de orçamento;
  • escolha de fontes, cores e estilo;

 Público-alvo

Conhecer o seu público-alvo é de extrema importância para criação da identidade corporativa. Pense em quais características o seu público carrega:

  • quais são seus hábitos de consumo?
  • em que redes sociais estão presentes?
  • detalhes demográficos, como idade, sexo, localização, renda mensal etc.

Uma identidade visual direcionada ao público feminino naturalmente será distinta de uma para o público infantil. Cuidado para não cair no erro de achar que seu público pertence a todas as classes e à faixa etária de 8 a 80. Nenhum negócio tem público-alvo que agrega todas as idades e classes sociais. Se ficar difícil definir o seu público, realize uma pesquisa de mercado.

Orçamento 

Na hora de definir o orçamento, tenha claro o cenário e as perspectivas de crescimento de seu negócio. Coloque no papel todas as possíveis aplicações de sua identidade visual, começando pela criação do logotipo.

Se estiver em dúvida sobre a contratação de um profissional para criação da identidade visual ou na possibilidade de desenvolvê-la por conta própria, leia nosso artigo sobre criação de marca. Você vai entender os dois lados da moeda - vantagens e desvantagens de criar sozinho ou procurar um especialista. 

O orçamento para criação de uma identidade corporativa pode agregar:

  • logotipo;
  • papel timbrado;
  • envelopes;
  • cartão de visitas;
  • pasta;
  • uniformes/aventais;
  • fachada (para negócios/lojas físicas);
  • layout de site;
  • layout de e-mail;
  • capas para redes sociais etc.

Mas essa lista é apenas uma sugestão. Você pode conversar com a empresa responsável pela criação de sua identidade visual e colocar no orçamento menos ou mais itens. Uma lista mais completa pode contemplar:

  • outdoors e painéis;
  • panfletos;
  • embalagens/rótulos de produtos;
  • brindes;
  • posts em redes sociais;
  • anúncios em revistas, jornais e internet;
  • e outros.

 Fonte, Cores e Estilo

No briefing, você pode deixar claro o estilo de identidade visual que prefere para a sua empresa. A escolha da fonte e das cores de seu logotipo são etapas fundamentais para a criação da identidade de sua empresa. Mas esteja atento à experiência do designer (se houver um) que vai executar o trabalho. O profissional do design geralmente conhece os estilos de fontes (tipografia) que melhor se aplicam ao seu tipo de negócio. 

A fonte é a letra que será usada para escrever o nome de sua marca, chamada também de tipografia. A escolha da fonte também é uma etapa importante, hein! Pode ser que sua marca tenha uma “personalidade” clássica, sofisticada, ou seja moderna e colorida, e essas características podem ser definitivas para a escolha de uma tipografia adequada.

As cores desempenham um papel importante na criação da identidade visual. Você sabia que 80% das pessoas são capazes de identificar uma marca pelas cores?  Isso porque são os primeiros elementos que o cérebro processa ao reconhecer uma imagem.


Algumas cores e seus significados:

#Vermelho: muito usada em marcas de lanchonetes fast food. A cor aumenta o apetite e também simboliza força e grandeza, ação e paixão. Exemplos: McDonald’s, Ferrari, Ifood.

#Azul: está relacionada à paz, à tranquilidade, ao céu e também à responsabilidade. Pode despertar a produtividade, a confiança e o sucesso. Exemplos: Facebook, LinkedIn, Skype.

#Verde: bastante usada em locais com apelo à saúde e ao bem-estar. A cor transmite harmonia, simplicidade, tranquilidade e calma. Representa também a natureza. Exemplos: Unimed, Mundo Verde, Greenpeace.

Logotipo: a base para a identidade visual da marca

O logotipo é o primeiro elemento que faz com que os consumidores lembrem do seu negócio. Ele é capaz de ajudar o consumidor a identificar a sua marca e diferenciar sua empresa dos concorrentes.

Por ser a representação visual que facilita o reconhecimento de sua marca, o logotipo é importante para todos os tamanhos e tipos de negócio. Já falamos sobre este tema aqui em nosso blog, e temos um passo a passo completo para criação de logotipo

Manual de identidade visual

O manual de identidade visual é o guia desenvolvido logo após o processo de criação da identidade de sua marca. O manual contém as recomendações técnicas, especificações e normas principais para aplicação e utilização dos elementos da marca, como as variações de aplicação de logotipo, vertical ou horizontalmente, e as dimensões mínimas permitidas para sua utilização em materiais gráficos e visuais.




Exemplo de aplicação de logomarca Spotify

No manual, você também conta com as especificações de cores que podem ser utilizadas na identidade visual da marca. E aplicações em peças gráficas, como cartões, camisetas, outdoors, entre outros.

O manual de identidade visual ajuda a evitar alguns erros primários na utilização da marca, como esticar o logotipo, colocar cores erradas, usar fonte diferente ou tamanho errado. Geralmente ele é desenvolvido pelos designers que criam a identidade da marca. 

---

Tem dúvidas sobre a criação da identidade visual de seu negócio? Deixe seu comentário!