Marca mista é um tipo de marca que traz um elemento nominativo acrescido de estilização visual. É a marca que tem o nome junto com o símbolo. Se caracteriza pelo estilo da fonte, cores e proporções, além de outros aspectos de design.

Por 10 segundos, pense no logotipo da marca Adidas. Pensou? Agora responda: as três listras + a palavra ADIDAS vieram à sua cabeça? Se você respondeu sim a essa questão, saiba que você acabou de visualizar uma marca mista.

 

A marca é um sinal visual (composto geralmente pelo nome e símbolo) capaz de distinguir um produto ou serviço de seus concorrentes. Ou seja, você consegue distinguir claramente a Adidas da Nike, não é mesmo? A marca é uma forma de se destacar e de facilitar a identificação de cada negócio pelos clientes.

Isso funciona não apenas para as grandes marcas mundiais, mas para qualquer negócio - seja ele local, nacional ou global. Assim, é fundamental para qualquer negócio que sua marca esteja protegida contra cópias, para não confundir as pessoas.

Esta segurança só é possível com o registro de marcas junto ao INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial). O registro de uma marca garante a sua propriedade - semelhante a uma escritura de terreno - e permite que seu uso seja exclusivo em todo o país.

Conheça os tipos de marcas

Ao requerer sua concessão junto ao INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial), existem quatro tipos disponíveis para a escolha de registro de sua marca. São eles:

- marca nominativa

- marca figurativa

- marca tridimensional

- marca mista

Cada um diz respeito à forma com que o mercado irá perceber sua marca, visualmente falando. Para entender o que é a marca mista, é importante que você saiba como cada uma se caracteriza. Vamos lá?

Marca nominativa

A marca nominativa tem apenas o elemento nominal, como uma ou mais palavras, neologismos ou combinações de letras e/ou números. É o caso da marca Google:

Marca figurativa

Ao contrário da nominativa, a marca figurativa está intimamente ligada à representação gráfica. É o símbolo propriamente dito. Veja exemplos famosos:



Marca tridimensional

Uma marca tridimensional é aquela reconhecida apenas pela sua forma plástica. Exige um design único e diferencial, criado especialmente para aquele determinado produto. A garrafa “contour” da Coca-Cola e o chocolate Toblerone se encaixam perfeitamente nesta categoria.

Marca mista

Por fim, saberemos o que é marca mista. Este tipo traz um elemento nominativo acrescido de estilização visual. Se caracteriza pelo estilo da fonte, cores e proporções, além de outros aspectos de design: nome + símbolo.

Este tipo de registro é importante para quem deseja proteger em conjunto o nome da marca e a logomarca. A marca mista também aumenta o poder de distinção por parte do público consumidor.

Mas lembre-se: a proteção da marca mista não garante a proteção dos elementos da marca separadamente (marca figurativa e marca nominativa). A vantagem é que, com apenas um registro no INPI, você protege o nome e o logotipo de sua marca.

A desvantagem de fazer o registro no INPI como marca mista é que você precisará sempre utilizar a marca da forma como foi registrada. O nome da marca e o logotipo isoladamente não estarão protegidos.

Registro de marca mista

O registro da marca, como já dissemos, vai garantir que ela de fato seja usada exclusivamente pelo proprietário. Ao fazer o pedido de registro, o INPI vai fazer a devida análise e, se cumpridos todos os requisitos exigidos pela Lei da Propriedade Industrial (Lei 9279/96), vai conceder o seu registro da marca.

Em geral, o registro da marca será concedido para aquele que primeiro requerer o registro no INPI e satisfazer todas as determinações para a concessão. Mas, independentemente do tipo de registro que você fizer (marca nominativa, figurativa, tridimensional ou mista) você precisa renovar o registro dela a cada 10 anos. Fique ligado, porque o registro não é vitalício!

Outra informação muito importante: se você ficar 5 anos sem utilizar a sua marca, ela poderá ser arquivada por caducidade. Quer um exemplo? Se a sua empresa mudou a logomarca, mas não fez um novo pedido de registro no INPI, após 5 anos usando o nome da marca com a nova logo, sua marca antiga poderá ser invalidada pelo Instituto.

Portanto, monitore e fiscalize de forma constante seu registro no site do INPI.
--
Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário.